Pular corda emagrece?

Você deve ter ouvido falar nas últimas semanas sobre uma nova “mania” entre os praticantes de atividades físicas: pular corda. O assunto foi abordado em dois programas de televisão de grande abrangência, o Fantástico e o Mais Você. O programa dominical trouxe o assunto à tona dentro do quadro Medida Certa, em que os apresentadores Zeca Camargo e Renata Ceribelli aceitaram o desafio de emagrecer de forma saudável. No programa de Ana Maria Braga, a apresentadora também trouxe o tema junto com as dicas de um personal trainer.
Além disso, é o exercício que mais queima calorias, uma ótima opção para quem deseja reduzir medidas. Mas não é de hoje que a corda é uma atividade bastante recomendada pelos profissionais dos esportes e de saúde: pular corda faz parte das atividades de aquecimento dos atletas que praticam boxe e é um exercício aeróbico bastante completo, pois trabalha resistência, respiração e fortalece os músculos.

Para se ter uma ideia, veja quantas calorias você perde pulando corda, em comparação com outras atividades aeróbicas:
20 minutos pulando corda: 300 calorias
20 minutos andando na esteira: 160 calorias
20 minutos correndo na esteira: 400 calorias
20 minutos de natação: 240 calorias
20 minutos de boxe: 180 calorias
20 minutos de dança: 120 calorias

Com um pouco de espaço, dá para se exercitar dentro de casa mesmo; E também dá para levar a corda para qualquer lugar um passeio no parque, para pular ao ar livre, ou para se exercitar durante uma viagem. Outra vantagem da corda é a praticidade.
Escolha uma corda do tamanho certo hoje em dia existem modelos reguláveis, que você pode diminuir ou aumentar de acordo com a sua altura. O exercício parece fácil, mas é preciso ter bastante fôlego.

Comece pulando lentamente antes de pegar o ritmo. Como em qualquer atividade física, é importante aquecer o corpo antes de iniciar o exercício. Antes de comprar a corda e sair pulando, fique atenta a algumas dicas.
Também é fundamental usar um bom tênis que amorteça o impacto, para evitar lesões, principalmente nos joelhos os tênis de corrida são os mais indicados. Os especialistas recomendam que os iniciantes alternem séries de 1 minuto com 1 minuto de descanso e diminuam as pausas com o passar das semanas, depois que o corpo começar a se acostumar com o ritmo.