Dores nas costas

Do salto alto à má postura diante do computador, as causas são variadas e, se ignoradas, podem levar a complicações com o tempo. Elas afetam pessoas de todas as idades e estão relacionadas a alguns maus hábitos que costumamos cultivar no dia a dia. Não é raro ouvir reclamações sobre dores nas costas ou sentir esse incômodo na pele.

Se for o caso, procure um médico e peça uma avaliação. Alguns casos podem ser resolvidos apenas com algumas mudanças simples na rotina, dispensando até mesmo os remédios e tratamentos mais complexos. Comece a reparar nos seus hábitos diários, como a maneira como você se senta em cadeiras, a posição em que dorme, os sapatos que usa e até na sua maneira de andar. O primeiro passo para se livrar desse mal é descobrir o que desencadeia o desconforto.
Existem almofadas especiais para o assento do carro, por exemplo, ou até mesmo cintas que mantêm a coluna na posição correta o dia todo. Comece adaptando o ambiente, para que ele favoreça uma boa postura.
dor nas costas
Outro detalhe importante são os seus calçados, que interferem na posição dos pés e, consequentemente, nos movimentos da coluna. Evite passar dias seguidos com salto muito alto, que concentra o peso na ponta dos pés e força uma inclinação do corpo, por exemplo. O ideal é variar o tipo de sapato diariamente.
As melhores opções são aquelas que permitem ajuste e distribuem o peso igualmente, de maneira que nenhuma região fique sobrecarregada. Não meça esforços e custos para encontrar uma boa cadeira. É nela que você vai passar a maior parte do seu tempo. No trabalho, procure uma boa cadeira, que proporciona uma posição confortável, e fique atenta à postura. Sente-se sempre com as costas apoiadas no encosto e os pés no chão.

No carro, ajuste o banco de acordo com seu tamanho e mantenha as costas encostadas no assento. Durante o dia, dê preferência a mochilas ou bolsas que possam ser apoiadas nos dois ombros, distribuindo o peso. Carregue sempre o menor número de itens possível. Ao se abaixar, sempre flexione os joelhos.
Fique submersa por cerca de 20 minutos. Se você tem uma banheira em casa, melhor ainda. Ao voltar para casa, um banho morno pode ajudar a aliviar as tensões acumuladas ao longo do dia. A água um pouco mais quente pode ajudar nos casos de dor no nervo ciático.
É importante trocar o colchão no período certo, geralmente de 10 em 10 anos. Um bom colchão também é essencial se você sofre de dores nas costas, especialmente se os sintomas aparecem pela manhã.

Experimente alongamentos e compre colchões mais firmes se o problema persistir. Existem também opções de colchões ortopédicos nas lojas. Eles não devem ser muito duros e nem muito moles. Procure também dormir de lado, se possível abraçando um travesseiro e com outro entre as pernas.
Invista também nos alongamentos. Se as dores não diminuírem com as mudanças de hábitos ou se forem muito intensas, procure o auxílio de um médico. Os exercícios físicos também podem ajudam a aliviar as dores. Pratique exercícios leves, sem muito impacto, como a natação e a caminhada.